quinta-feira, 6 de novembro de 2008

História da Saúde Pública - Década de 50

1953
A Lei 1.920 criou o Ministério da Saúde, estabelecido, logo depois, a instituição de órgãos como o Departamento Nacional de Endemias Rurais(DNERU), que teve por objetivo unificar diversos programas existentes na época.
1954
A União estabelece a Escola Nacional de Saúde Pública: Lei n.º 2312, de 03 de setembro, que dispunha sobre “normas gerais sobre Defesa e Proteção da Saúde, definiu que a União manteria uma Escola Nacional de Saúde Pública, à qual poderiam ser equiparadas outras existentes ou que viessem a ser criadas pelos Estados, ou pela iniciativa particular”.
1955
Realizado pela OPAS o seminário de Viña del Mar (Chile), que teve como objetivo avaliar o ensino da medicina preventiva e social e incentivou o movimento preventista no Brasil e a difusão das ciências sociais como base da análise do fenômeno saúde/doença. O mesmo seminário foi realizado pela OPAS, em 1956, na cidade de Tehuacán, México;
Criação do Centro de pesquisas René Rachou, da Fiocruz, em Belo Horizonte, MG.
1956
· A Lei n. 2.743, de 6 de março, criou o Departamento Nacional de Endemias Rurais (DNERu), que absorveu os serviços nacionais de Malária, Peste e Febre Amarela, instituindo ainda o Instituto Nacional de Endemias Rurais (INERu) para realizar estudos e pesquisas de 13 endemias cujo combate foi atribuído ao DNERu.
1957
Criação do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, da Fiocruz, em Salvador, BA.
1958
A OPAS cria o Comitê Assessor sobre Saneamento Ambiental.
1959
A OPAS estabelece o Fundo Especial para o Abastecimento Público de Água;
Ata de Bogotá (CIES, OEA);
Lei nº3542, de 11/02/1959, institui a Campanha nacional de combate a Lepra

Nenhum comentário: